BRASIL: MISCIGENAÇÃO E DIVERSIDADE

Exposição Diversidade - homenagem ao Da Da Consciência Negra

BRASIL: MISCIGENAÇÃO E DIVERSIDADE

Em 2016, fui convidado a integrar, com meus trabalhos fotográficos, o livro “Les Brésiliens vus par les Brésiliens” (Os Brasileiros vistos pelos Brasileiros), com lançamento em Paris..

Livro "Les Brésiliens vus par les Brésiliens"  (Os Brasileiros vistos pelos Brasileiros), com artes de Henrique Vieira Filho
Livro “Les Brésiliens vus par les Brésiliens” (Os Brasileiros vistos pelos Brasileiros), com artes de Henrique Vieira Filho

O tema que escolhi é o título deste Artigo, sendo que todos os fotógrafos participantes deverão pautar no ser humano e apresentar a edição em preto e branco.

Em meu projeto, o biotipo étnico de cada indivíduo, ainda que possa predominar em uma direção, jamais nega a miscigenação de nosso povo e nunca limitará sua visão de mundo.

A orientação de vida de cada um transcende a própria tradição étnica ancestral. No Brasil, é comum caucasianos reverenciando o Candomblé, afrodescendentes praticantes de tai-chi-chuan, orientais atuando com xamanismo…

Selecionei um grupo padrão de nossa diversidade, composto por mulheres de representações étnicas distintas, para retratar a pluralidade de origens que compõem o povo brasileiro, especialmente, nas grandes metrópoles.

De profissões diversas, são modelos fotográficas, publicitárias, assistentes sociais e cantoras, suas imagens não as identificam como tais, pois vestem apenas o contraste entre a luz e sombra.

Desenvolvi os padrões gráficos baseados em tribais indígenas brasileiros (especialmente, artesanatos marajoaras…), africanos, orientais, célticos e, até mesmo, modernos grafites urbanos, os quais foram projetados (literalmente, via projetor…) tendo a pele como tela. Eventualmente, incluí pintura corporal, como reforço à proposta étnica.

Os grafismos tribais aplicados nem sempre coincidem com a origem étnica ancestral de cada modelo…

O propósito é ressaltar que a orientação filosófica de cada um segue os ditames do coração e que este não se prende a estereótipos, transcendendo toda e qualquer expectativa corporalmente presumida.

Destaque do Livro  "Les Brésiliens vus par les Brésiliens"  (Os Brasileiros vistos pelos Brasileiros), com artes de Henrique Vieira Filho
Destaque do Livro “Les Brésiliens vus par les Brésiliens” (Os Brasileiros vistos pelos Brasileiros), com artes de Henrique Vieira Filho
Uma das artes fotográficas selecionadas por Henrique Vieira Filho para o Livro  "Les Brésiliens vus par les Brésiliens"  (Os Brasileiros vistos pelos Brasileiros)
Uma das artes fotográficas selecionadas por Henrique Vieira Filho para o Livro “Les Brésiliens vus par les Brésiliens” (Os Brasileiros vistos pelos Brasileiros)
Destaque do Livro  "Les Brésiliens vus par les Brésiliens"  (Os Brasileiros vistos pelos Brasileiros), com artes de Henrique Vieira Filho
Destaque do Livro “Les Brésiliens vus par les Brésiliens” (Os Brasileiros vistos pelos Brasileiros), com artes de Henrique Vieira Filho
Cerimônia de Premiação ao Artista Henrique Vieira Filho pelo Livro  "Les Brésiliens vus par les Brésiliens"  (Os Brasileiros vistos pelos Brasileiros)
Cerimônia de Premiação ao Artista Henrique Vieira Filho pelo Livro “Les Brésiliens vus par les Brésiliens” (Os Brasileiros vistos pelos Brasileiros)

Henrique Vieira Filho é artista plástico, escritor, jornalista e terapeuta holístico. Nas artes, é autodidata e seu estilo poderia ser classificado como surrealismo figurativo.

Por mais de 25 anos, esteve à frente da organização da Terapia Holística no Brasil, sendo presença constante nos meios de comunicação. Elaborou as normas técnicas e éticas da profissão, além de ser autor de dezenas de livros e centenas de artigos, que são adotados como referência em vários países.

Dados técnicos:

Arte e Fotografia – Henrique Vieira Filho

Grafismos desenvolvidos via Corel Draw e Photoshop, tendo como base fotos reais, obtidas pelo mesmo autor.
A imagem corporal de fotografada não passou por nenhuma intervenção quanto à forma, sendo respeitadas as medidas reais e peculiaridades.

Eventualmente, os grafismos projetados passaram por edição em Photoshop para melhor adaptar-se aos contornos da pele e realçar olhos e boca.

Fotografia: Henrique Vieira Filho

Câmera: Canon EOS 70D

Lente: EF-S18-135mm f/3.5-5.6 IS STM

Sem flash – Iluminação ambiente via LEDs de intensidade regulável

Distância focal: variando de 18 a 59 mm

Exposição: variando de 1/15 a 1/60 seg

Abertura: variando entre f/3.5 a f/5.0

Projetor multimídia: Epson Powerlite

Racismo E Terapia

livro "Les Brésiliens vus par les Brésiliens" (Os Brasileiros vistos pelos Brasileiros)

Racismo e Terapia

Making of - Pintura Corporal para base fotográfica da obra "The Goddess Of The Seas"
Making of – Pintura Corporal para base fotográfica da obra “The Goddess Of The Seas” Modelo: Tayná – Artista: Henrique Vieira Filho

Em pesquisa, me surpreendi com os relatos, em inúmeras reportagens nas quais afrodescendentes reclamam (justificadamente…) que seus terapeutas se mostraram incapacitados para lidar com a questão do racismo, chegando até mesmo a negar sua existência neste século, verbalizando que seus Clientes deveriam cessar com esse comportamento de “vitimização”.

Constata-se um enorme lapso nos estudos profissionalizantes em Terapia, que nem sequer incluem a pauta do racismo em suas aulas.

Até mesmo a literatura sobre o tema é escassa. O livro “Black Families In Therapy” (1993), da ativista Nancy Boyd-Franklin, foi um dos primeiros a abordar a terapia familiar de minorías étnicas.

Ainda que os profissionais alvos destas críticas aleguem, em sua defesa, que não tiveram acesso a estudos especializados, nada justifica as atitudes questionadas.

Afinal, é conhecimento básico a qualquer pessoa que atende em consultório, que JAMAIS se JULGA (nem positiva, nem negativamente…) os relatos de nossos Clientes.

Por sinal, faltou um requisito essencial a quem exerce a Profissão: a EMPATIA, ou seja, colocar-se no lugar do Cliente e compreender o ponto de vista DELE, bem como os sentimentos DELE.

Pintura "African Gioconda" do Artista Henrique Vieira Filho
Pintura “African Gioconda” do Artista Henrique Vieira Filho

É inaceitável que um Terapeuta dê “palpite” e/ou induza seu ponto de vista pessoal, filosofia ou crença em seus Clientes !

Trata-se de regras básicas de atendimento em consultórios!

Pintura "African Aphodite" do Artista Henrique Vieira Filho - Modelo: Amanda Mota
Pintura “African Aphodite” do Artista Henrique Vieira Filho – Modelo: Amanda Mota

O multiculturalismo, o pluralismo, são entendimentos fundamentais para o exercício da Terapia Holística.

Não que o Terapeuta necessite ser, previamente, um “especialista”, nem sequer que seja integrante desta ou daquela cultura com a qual se venha a trabalhar, eventualmente.

Outrossim, devemos desenvolver a sensibilidade étnica e aprendermos, com os relatos de nossos Clientes. Não precisamos ser, por exemplos, nipônicos para compreender uma eventual pessoa que o seja, quando nos conta sobre sua preocupação com a filha namorar um brasileiro… Não temos que ser afrodescendentes para conseguirmos ter empatia com um Cliente que nos conta seus sofrimentos por racismo.

Além do Aconselhamento (atenção: aconselhamento em NADA se assemelha com “dar conselhos”…), que é técnica obrigatória em toda atividade terapêutica, podemos aplicar vivências, exercícios de imaginação ativa, possibilitando ao Cliente re-vivenciar os momentos traumáticos, no “ambiente seguro” de consultório, que comumente resulta em catarses emocionais (com choro, raiva, por exemplos…), aliviando a “carga energética” que “pesa” sobre a questão, facilitando novas oportunidades de entendimento e superação.

Outra técnica interessante a se somar, é a Terapia Floral, pois disponibiliza auxílio em gotas para melhor aFLORar as emoções reprimidas, catalisando a aceitação e “digestão” de todos os sentimentos antes negados, além de incrementar a auto-estima.

A essência deste texto pode ser transposta para o atendimento terapêutico perante a diversidade de orientações sexuais, de filosofias de vida e de religiosidades (ou a ausência destas…)…

Livro de Arte "Diversidade" do Artista Henrique Vieira Filho
Livro de Arte “Diversidade” do Artista Henrique Vieira Filho

Quem deve se adaptar aos Clientes somos nós, que os atendemos e, ao fazermos isso, além de nos aperfeiçoarmos como Profissionais, igualmente teremos a grande oportunidade de nos tornarmos PESSOAS melhores !

Henrique Vieira Filho é artista plástico, escritor, jornalista e terapeuta holístico. Nas artes, é autodidata e seu estilo poderia ser classificado como surrealismo figurativo.

Por mais de 25 anos, esteve à frente da organização da Terapia Holística no Brasil, sendo presença constante nos meios de comunicação. Elaborou as normas técnicas e éticas da profissão, além de ser autor de dezenas de livros e centenas de artigos, que são adotados como referência em vários países.

Exposição Diversidade – Dia Da Consciência Negra

Exposição Diversidade - homenagem ao Da Da Consciência Negra

A Sociedade Das Artes e o
Artista Plástico e Psicanalista Henrique Vieira Filho homenageiam o
Dia Da Consciência Negra,
com a
Exposição “Diversidade”

Pinturas a óleo, gravuras, fotografias fineart e livros de Arte, destacando a Cultura Afro como tema.

Dia 20 de novembro, em versões online (redes sociais) e presenciais, sendo estas mediante agendamento prévio e regras sanitárias, reservando pelo seguinte formulário: https://forms.gle/RsYCrkCG2Ejax38q6

Obras selecionadas pelo próprio Artista, expostas em seu Estúdio, situado a 2km do Centro de Serra Negra – SP, apresentadas no formato Slow Art, para grupos de no máximo 04 pessoas.

Isolamento físico, SIM… Isolamento CULTURAL, JAMAIS!

RSVP: Whatsapp: +55 11 98294-6468

Release – Re-Arte – Releituras Coletivas – Circuito das Águas

Desejando baixar este release em formato DOC, clique aqui!

A Sociedade Das Artes e o Artista Plástico e Psicanalista Henrique Vieira Filho convidam ao Projeto Re Arte – Circuito Das Águas – Serra Negra – SP, para provar que todas as Artes se complementam:
Artes Visuais, Teatro, Música, Moda, Holismo e Literatura

Isolamento físico, SIM… Isolamento CULTURAL, JAMAIS!

De 09 a 17 de setembro – Leilão Virtual – obras de arte a valores simbólicos para investir no traslado, hospedagem e receptivo, sem jamais recorrer a dinheiro público. 
Acesse: https://sociedadedasartes.com.br/leiloes-projeto-re-arte/

A partir de 21 de setembro, Dia Internacional da Paz, transmissões virtuais, via redes sociais, mesclarão os momentos mais emocionantes e significativos das edições 2018 e 2019, com diálogos ao vivo entre os Artistas, sobre o processo criativo para este ano, bem como making off da elaboração das Artes.

Para receber alertas de nossas transmissões ao vivo, “curta” nossa página no Facebook e/ou siga nosso canal no Youtube e/ou siga nosso Instagram

Paralelamente, já iniciamos as tratativas junto ao setor público e privado da região, bem como diretamente aos admiradores das Artes, para viabilizar locais para total segurança de exposição ao vivo, prevista para iniciar no Dia Mundial do Habitat (05 de outubro) e encerramento no Dia Mundial das Cidades (31 de outubro).

Inscrições (sem gratuitas) e acompanhamento e participação do Projeto Re Arte em https://sociedadedasartes.com.br/rearte2020/
Whatsapp: +55 11 98294-6468

Para saber mais:

MUITO MAIS QUE UMA EXPOSIÇÃO:
Música ao vivo, dança circular, vivências de imaginação dirigida, performances teatrais, moda, artes visuais e muitas outras interações artísticas!

Releituras de todos os tipos de Artes!

Versões online e presencial, com segurança!

O Artista Plástico e Psicanalista Henrique Vieira Filho é o elo de interação entre expoentes da nova geração da Arte, que apresentam suas releituras e crossover de expressões artísticas.

O Projeto Re Arte está na sua 3a edição, desta vez, migrando de São Paulo para Serra Negra/SP, abrindo oportunidade para as Artes de todas as cidades do Circuito Das Águas.

Sociedade Das Artes
Alameda Santos, 211 – São Paulo – SP

RSVP: Whatsapp: +55 11 98294-6468

O Projeto Re-Arte nasceu da “provocação” da crítica-suprema, Aracy Amaral, que interpreta o momento como sendo “crise” na Arte Contemporânea:


Artistas hoje são mais editores que criadores. Eles se apropriam de imagens de televisão, histórias em quadrinhos, de pequenos desenhos que saem nos meios de comunicação de massa, de celulares e editam formas.”

Sendo ou não “crise”, já está duradoura o suficiente para que seja admitida e estudada, bem como ter seu justo espaço junto às instituições oficiais voltadas às Artes.

O Projeto Re-Arte, organizado por Henrique Vieira Filho, propôs o desafio artístico de RELEITURA de obras selecionadas dos próprios Artistas participantes e homenagens a grandes nomes das Artes.

Na sequência, imagens e legendas de algumas da inúmeras atrações da Edição de 2019:

Twisted Mermaid Tails, de Henrique Vieira Filho, em releitura da obra As Nereidas… e os outros, de Thiago Sguoti

Title: Twisted Mermaid Tails
Artist: Henrique Vieira Filho
Mixed media on canvas
Size: 80 x 120 cm - 31,5 x 47,25 inches
Year: 2019
Original Limited Edition Engraving: 08 
Hand signed by the Artist
USD 1.250,00 - BRL 4670,00  O poder feminino multiplicado pela sororidade.

Title: Twisted Mermaid Tails

Artist: Henrique Vieira Filho

Title: As Nereidas… e os outros

Artist: Thiago Sguoti

“Aquela Que Compadeceu Ao Mercador”, de Thiago Sguoti, em releitura da obra Kianda, de Henrique Vieira Filho

Title: Aquela Que Compadeceu Ao Mercador

Artist: Thiago Sguoti

Title: Mermaid Kianda

Artist: Henrique Vieira Filho

Brazilian Mermaid, de Henrique Vieira Filho e as obras literárias de Mirella Ferraz, em releitura mútua.

Title: Brazilian Mermaid

Artist: Henrique Vieira Filho

Título: Sereias – O Segredo das Águas
Autora: Mirella Ferraz
Título: Quando As Sereias Choram
Autora: Mirella Ferraz

Mermages Folk Band, com cantos e encantos da Sereia Luthien, interpretando com música ao vivo as pinturas de Henrique Vieira Filho e Thiago Sguoti, além das obras literárias de Mirella Ferraz.

Medusa, de Henrique Vieira Filho, em releitura das obras A Dualidade Geminiana e Bons Sonhos, de Samanta Fachinelli

Title: Medusa
Artist: Henrique Vieira Filho
Mixed media on canvas
Size: 120 x 80 cm - 47,25 x 31,5 inches
Year: 2019

Title: Medusa
Artist: Henrique Vieira Filho

Title: A Dualidade Geminiana
Artist: Samanta Fachinelli
Title: Bons Sonhos
Artist: Samanta Fachinelli

Proteção, A Índia e Rainha Do Mar, de Samanta Fachinelli, em releitura da obra  Thousand Tsurus, Aphrodite Indigenous e The Goddess Of The Seas, de Henrique Vieira Filho

Title: Proteção
Artist: Samanta Fachinelli
Title:Thousand Tsurus
Artist: Henrique Vieira Filho
Title: A Índia
Artist: Samanta Fachinelli
Title:Aphrodite Indigenous
Artist: Henrique Vieira Filho
Title: Rainha Do Mar
Artist: Samanta Fachinelli
Title: The Goddess Of The Seas
Artist: Henrique Vieira Filho

Sakura, de Henrique Vieira Filho, e Cerejeiras, de Juliane Mai em releitura mútua.

Title: Sakura
Artist: Henrique Vieira Filho
Mixed media on canvas
Size: 100 x 60 cm - 39,3 x 23,6 inches
Year: 2019
Original Limited Edition Engraving: 08
Hand signed by the Artist
USD 1.250,00 - BRL 4670,00  As flores de cerejeira são o símbolo da Deusa japonesa Kono-Hana-Sakuya-Hime (Princesa Florida Brilhantemente como as Flores das Árvores), que representa o feminino, o amor e a renovação, associando a vida à efemeridade das floração.

Title: Sakura
Artist: Henrique Vieira Filho

Title: Cerejeiras
Artist: Juliane Mai

Virgo, de Henrique Vieira Filho, em releitura da obra Ilha Estelar, de Melissa ZimoskyTitle: Virgo
Artist: Henrique Vieira Filho
Mixed media on canvas
Size: 120 x 80 cm - 47,25 x 31,5 inches
Year: 2019
Original Limited Edition Engraving: 08
Hand signed by the Artist
Title: Virgo
Artist: Henrique Vieira Filho


Title: Ilha Estelar
Artist: Melissa Zimosky

Tsuru Celestial, de Melissa Zimosky, em releitura da obra Tsuru Constellation, de Henrique Vieira Filho

Title: Tsuru Celestial
Artist: Melissa Zimosky

Title: Tsuru Constellation
Artist: Henrique Vieira Filho

Bacchantes Alchemists, de Henrique Vieira Filho, e a degustação de vinhos, de Luis Mota em releitura mútua.Title: Bacchantes Alchemists
Artist: Henrique Vieira Filho
Mixed media on canvas
Size: 120 x 80 cm - 47,25 x 31,5 inches
Year: 2019
Original Limited Edition Engraving: 08
Hand signed by the Artist


Title: Bacchantes Alchemists
Artist: Henrique Vieira Filho

The Three Fates, e Aphrodite Wears Lace, de Henrique Vieira Filho, em releitura dos designers de Maria Goretti Silva.

Title: The Three FatesArtist: Henrique Vieira FilhoTitle: Aphrodite Wears LaceArtist: Henrique Vieira Filho

Instalação: Esculturas Vestíveis, Tecendo Memórias. 

Designer: Maria Goretti Silva

Esculturas Vestíveis, de Maria Goretti Silva, em releitura da obra  Sadako, de Henrique Vieira Filho


Title: Esculturas Vestíveis
Designer: Maria Goretti Silva


Title: Sadako

Artist: Henrique Vieira Filho

Urban Vickings – Artist Henrique Vieira Filho, de Henrique Vieira Filho e as performances teatrais da Companhia Les Trupps Patoktak, em releitura mútua.

Agende sua exclusiva com os Artistas:
Henrique Vieira Filho
Serra Negra – SP
www.henriquevieirafilho.com.br
[email protected]
+55 11 98294-6468

𝐇𝐞 𝐅𝐨𝐫 𝐒𝐡𝐞 𝐀𝐫𝐭 𝐖𝐞𝐞𝐤 𝐁𝐫𝐚𝐳𝐢𝐥

O 𝐇𝐞 𝐅𝐨𝐫 𝐒𝐡𝐞 𝐀𝐫𝐭 𝐖𝐞𝐞𝐤 𝐁𝐫𝐚𝐳𝐢𝐥 amplia as reflexões sobre o 𝐃𝐢𝐚 𝐈𝐧𝐭𝐞𝐫𝐧𝐚𝐜𝐢𝐨𝐧𝐚𝐥 𝐝𝐚 𝐌𝐮𝐥𝐡𝐞𝐫 reverenciando o feminino através das Artes.

O evento ocorre simultaneamente nos espaços de cada Artista participante, com exibição unificada nas redes sociais, por meio de vídeos, fotos e artigos.

O movimento 𝐇𝐞 𝐅𝐨𝐫 𝐒𝐡𝐞 é um convite para que homens e pessoas de todos os gêneros se demonstrem solidários às mulheres com o objetivo de formar uma frente ambiciosa, visível e unida em direção à igualdade de gênero.

Roger Waters No Divã E Nas Telas de Henrique Vieira Filho

Link para fotos de divulgaçãoClique Aqui Para Release em DOC

Para o Projeto Re-Arte, o Artista Plástico e Psicanalista Henrique Vieira Filho transforma em pinturas o álbum musical The Wall (Pink Floyd – Roger Waters):

Detalhes da Tela

Tela “Rio Wall” – nos detalhes, temos Roger Waters grafitando e Salvador Dali acobertando… Artista: Henrique Vieira Filho – obra na Europe 2018 Art Exhibition

Nas palavras do Terapeuta Henrique Vieira Filho:

¨_ Certas produções artísticas equivalem à soma de muitas aulas teóricas de Psicanálise…

É o caso da obra de Roger Waters, denominada “The Wall”, cujas músicas e vídeos criam um retrato vívido de como uma pessoa pode “emparedar” traumas, construindo uma “muralha emocional” que o separa/protege de seus sentimentos, impulsos e recordações.”

Clique Aqui e saiba mais sobre sistemas de defesa emocionais.

Title: The Wall Artist: Henrique Vieira Filho Mixed media on canvas Size: 120 x 80 cm -  47,25 x 31,5 inches

O Artista homenageia Roger Waters (Pink Floyd), retratado como o rosto que horroriza e de braços abertos na explosão de cores prismáticas que nos liberta do muro de nossos traumas.

O Artista homenageia Pink Floyd ressaltando a simbologia ambivalente do martelo (que tanto constrói, quanto destrói) e do muro (que protege, porém isola).

Title: Hammer March – Artist: Henrique Vieira Filho
Floyd ressaltando a simbologia ambivalente do martelo (que tanto constrói, quanto destrói) e do muro (que protege, porém isola).

De 10 a 19/10, o Projeto Re-Arte reabre a apresentação: “Músicas Em Tinta” – a visitação é mediante agendamento prévio – utilize o Whatsapp: +55 11 93800-1262

Projeto Re-Arte

O Projeto Re-Arte propõe o desafio artístico de RELEITURA de obras selecionadas dos próprios Artistas participantes e homenagens a grandes nomes das Artes.

É aberto a todos os ramos artísticos, propondo “Art Crossover” de estilos e formas de Artes distintas, cada qual sendo fonte de inspiração e objeto de releitura coletiva.

Música transposta em tela… Tela revisitada como escultura… História em Quadrinhos inspirando pinturas…

Ilustrações em papel tornadas pinturas em técnicas mistas..

E /ou vice-versa!

O Artista Plástico e Psicanalista Henrique Vieira Filho compartilha seu estúdio para o Projeto Re-Arte:

Re Arte

Músicas pintadas

Esculturas em telas

Versos que vertem tinta

Figurativo tornado abstrato

Cada Artista Re-Interpretando o outro

Nas palavras da crítica-suprema, Aracy Amaral, que interpreta o momento como sendo “crise” na Arte Contemporânea:

Artistas hoje são mais editores que criadores. Eles se apropriam de imagens de televisão, histórias em quadrinhos, de pequenos desenhos que saem nos meios de comunicação de massa, de celulares e editam formas.”

Sendo ou não “crise”, já está duradoura o suficiente para que seja admitida e estudada, bem como ter seu justo espaço junto às instituições oficiais voltadas às Artes.

Re Arte - Releitura Coletiva -Etapas criativas: o Psicanalista Henrique Vieira Filho e a Bióloga Monique Nunes combinam RELEITURAS de suas pinturas. Obras

Re Arte – Releitura Coletiva -Etapas criativas: o Psicanalista Henrique Vieira Filho e a Bióloga Monique Nunes combinam RELEITURAS de suas pinturas. Obras “Angel of Death” e “Cat Woman”, respectivamente

O Artista Plástico e Psicanalista Henrique Vieira Filho apresenta sua releitura das aquarelas da da Bióloga e Artista Plástica Monique Nunes

O Artista Plástico e Psicanalista Henrique Vieira Filho apresenta sua releitura das aquarelas da Bióloga e Artista Plástica Monique Nunes

PAGE_BREAK: PageBreak

O Projeto Re-Arte, organizado por Henrique Vieira Filho, propõe o desafio artístico de RELEITURA de obras selecionadas dos próprios Artistas participantes e homenagens a grandes nomes das Artes.

Teremos “Art Crossover” de estilos e formas de Artes distintas, cada qual sendo fonte de inspiração e objeto de releitura coletiva.

Música transposta em tela… Tela revisitada como escultura… História em Quadrinhos inspirando pinturas..

Ilustrações em papel tornadas pinturas em técnicas mistas..

E /ou vice-versa!

Toda primeira segunda-feira de cada mês, as Obras resultantes serão gradativamente expostas ao público (entrada franca), no interativo formato adotado pelo Movimento Slow Art

A visitação é mediante agendamento prévio (grupos propositadamente limitados a um máximo de quatro participantes por vez). Utilize o Whatsapp: +55 11 93800-1262

Para saber mais:

Agende sua exclusiva:

Alameda Santos, 211 cj 1411 – São Paulo – SP – CEP 01419-000

www.henriquevieirafilho.com.br[email protected]

+55 11 93800-1262

Temporada Europeia – Projeto Rearte

Temporada Paris – Turim De Nosso Artista Henrique Vieira Filho
No Brasil, o Projeto Re-Arte:Releituras Coletivas

Download do release em DOC: Clique Aqui!

Com exposições sequenciais na Galerie Artitude Art Contemporain (Paris – França) e no MIIT Museo Internazionale Italia Arte (Turin – Itália), ainda assim, nosso Artista Henrique Vieira Filho mantém o ritmo no Projeto Re-Arte:

O Artista Plástico e Psicanalista Henrique Vieira Filho apresenta sua releitura das aquarelas da da Bióloga e Artista Plástica Monique Nunes.

Agora, dia 08/10, Henrique Vieira Filho convida ao seu estúdio, onde apresenta apresenta sua primeira releitura das aquarelas da Bióloga e Artista Plástica Monique Nunes para o Projeto Re-Arte:

Alameda Santos, 211 – São Paulo – SP – CEP 01419-000

www.henriquevieirafilho.com.br [email protected]+55 11 93800-1262

Etapas criativas: o Psicanalista Henrique Vieira Filho e a Bióloga Monique Nunes combinam RELEITURAS de suas pinturas para o Projeto Re-Arte:

Os Artista Plásticos Henrique Vieira Filho e Monique Nunes se encontram para o Projeto Re-Arte: obras "Angel of Death" e "Cat Woman", respectivamente

Os Artistas Plásticos Henrique Vieira Filho e Monique Nunes se encontram para o Projeto Re-Arte: obras “Angel of Death” e “Cat Woman”, respectivamente

As etapas iniciais do processo criativo do Artista Plástico Henrique Vieira Filho envolvem pintura corporal caracterização de personagem e sessões fotográficas em seu estúdio, gerando materiais de base para sua pintura em tela.

Sob a direção de Henrique Vieira Filho, a Artista Plástica Monique Nunes encarna a personagem de suas próprias aquarelas

Sob a direção de Henrique Vieira Filho, a Artista Plástica Monique Nunes encarna a personagem de suas próprias aquarelas.

Por ser Bióloga e admiradora de felinos, com os quais interagiu na na África do Sul (Cheetah Outreach), Henrique optou por lhe estampar como um Guepardo:

Sob a direção de Henrique Vieira Filho, a Artista Plástica Monique Nunes encarna a personagem de suas próprias aquarelas

Henrique: “_ Como Psicanalista, as aquarelas da Monique, com a sensualidade e a simbologia arquetípica do gato prontamente prenderam minha atenção. E, como Artista Plástico, a tonalidade sépia e a temática “pin up” me cativaram. Por isso, escolhi esta Arte para fazer a RELEITURA!”.

Re Arte

Músicas pintadas

Esculturas em telas

Versos que vertem tinta

Figurativo tornado abstrato

Cada Artista Re-Interpretando o outro

Monique:

“_ Sempre admirei as Artes mexicanas relacionadas ao “Dia De Los Muertos”, tanto é que tenho uma tatuagem nesse estilo! Por isso, dentre as telas do Henrique, esta foi a que escolhi!”.

Música transposta em tela…
Tela revisitada como escultura…
História em Quadrinhos inspirando pinturas..

Ilustrações em papel tornadas pinturas em técnicas mistas…

E /ou vice-versa!

Nas próximas semanas, publicaremos o andamento das Artes e, ao na sequência do Projeto Re-Arte, as obras dos diversos Artistas ficarão em Exposição na Sociedade Das Artes.

Para saber mais:

Agende sua exclusiva com os Artistas:

Alameda Santos, 211 cj 1411

São Paulo – SP – CEP 01419-000

www.henriquevieirafilho.com.br

[email protected]

+55 11 93800-1262

Re-Arte:Músicas Transpostas Em Pinturas

Desejando, clique aqui baixar o release em DOC:
Para o Projeto Re-Arte, o Artista Plástico e Psicanalista Henrique Vieira Filho transformou em pinturas as músicas de Pink Floyd – Roger Waters:
Re-Arte:Músicas Transpostas Em Pinturas Artista e Psicanalista Henrique Vieira Filho
Nas palavras do Terapeuta Henrique Vieira Filho:

¨_ Certas produções artísticas equivalem à soma de muitas aulas teóricas de Psicanálise…É o caso da obra de Roger Waters, denominada “The Wall”, cujas músicas e vídeos criam um retrato vívido de como uma pessoa pode “emparedar” traumas, construindo uma “muralha emocional” que o separa/protege de seus sentimentos, impulsos e recordações.”

Title: The Wall Artist: Henrique Vieira Filho
Title: The Wall – Artist: Henrique Vieira Filho -120 x 80 cm

Title: Rio Wall Artist: Henrique Vieira Filho
Tela “Rio Wall” – nos detalhes, temos Roger Waters grafitando e Salvador Dali acobertando…

O Artista homenageia Roger Waters (Pink Floyd), retratado como o rosto que horroriza e de braços abertos na explosão de cores prismáticas que nos liberta do muro de nossos traumas.
Title: Hammer March - Artist: Henrique Vieira Filho
Title: Hammer March – Artist: Henrique Vieira Filho

O Artista homenageia Pink Floyd ressaltando a simbologia ambivalente do martelo (que tanto constrói, quanto destrói) e do muro (que protege, porém isola).
Neste dia 03/09, o Projeto Re-Arte inicia a apresentação: “Músicas Em Tinta” – a visitação é mediante agendamento prévio – utilize o Whatsapp: +55 11 93800-1262

Projeto Re-Arte

O Projeto Re-Arte propõe o desafio artístico de RELEITURA de obras selecionadas dos próprios Artistas participantes e homenagens a grandes nomes das Artes.
É aberto a todos os ramos artísticos, propondo “Art Crossover” de estilos e formas de Artes distintas, cada qual sendo fonte de inspiração e objeto de releitura coletiva.

Música transposta em tela…
Tela revisitada como escultura…
História em Quadrinhos inspirando pinturas…
Ilustrações em papel tornadas pinturas em técnicas mistas…
E /ou viceversa!

O Artista Plástico e Psicanalista Henrique Vieira Filho compartilha seu estúdio para o Projeto Re-Arte:

Re Arte
Músicas pintadas
Esculturas em telas
Versos que vertem tinta
Figurativo tornado abstrato
Cada Artista Re-Interpretando o outro

Nas palavras da crítica-suprema, Aracy Amaral, que interpreta o momento como sendo “crise” na Arte Contemporânea:

Artistas hoje são mais editores que criadores. Eles se apropriam de imagens de televisão, histórias em quadrinhos, de pequenos desenhos que saem nos meios de comunicação de massa, de celulares e editam formas.”

Sendo ou não “crise”, já está duradoura o suficiente para que seja admitida e estudada, bem como ter seu justo espaço junto às instituições oficiais voltadas às Artes.
O Projeto Re-Arte, organizado por Henrique Vieira Filho, propõe o desafio artístico de RELEITURA de obras selecionadas dos próprios Artistas participantes e homenagens a grandes nomes das Artes.
Teremos “Art Crossover” de estilos e formas de Artes distintas, cada qual sendo fonte de inspiração e objeto de releitura coletiva.
Toda primeira segunda-feira de cada mês, as Obras resultantes serão gradativamente expostas ao público (entrada franca), no interativo formato adotado pelo Movimento Slow Art
A visitação é mediante agendamento prévio (grupos propositadamente limitados a um máximo de quatro participantes por vez). Utilize o Whatsapp: +55 11 93800-1262
Para saber mais:

Agende sua exclusiva:
Alameda Santos, 211 cj 1411 – São Paulo – SP – CEP 01419-000
www.henriquevieirafilho.com.br –  [email protected]
+55 11 93800-1262

Processo Criativo – Re-Arte – Releituras Coletivas

Clique e baixe o release em DOC

Etapas criativas: o Psicanalista Henrique Vieira Filho e a Bióloga Monique Nunes combinam RELEITURAS de suas pinturas para o Projeto Re-Arte:

Os Artista Plásticos Henrique Vieira Filho e Monique Nunes se encontram para o Projeto Re-Arte: obras "Angel of Death" e "Cat Woman", respectivamente

Os Artistas Plásticos Henrique Vieira Filho e Monique Nunes se encontram para o Projeto Re-Arte: obras “Angel of Death” e “Cat Woman”, respectivamente

As etapas iniciais do processo criativo do Artista Plástico Henrique Vieira Filho envolvem pintura corporal caracterização de personagem e sessões fotográficas em seu estúdio, gerando materiais de base para sua pintura em tela.

Sob a direção de Henrique Vieira Filho, a Artista Plástica Monique Nunes encarna a personagem de suas próprias aquarelas

Sob a direção de Henrique Vieira Filho, a Artista Plástica Monique Nunes encarna a personagem de suas próprias aquarelas.

Por ser Bióloga e admiradora de felinos, com os quais interagiu na na África do Sul (Cheetah Outreach), Henrique optou por lhe estampar como um Guepardo:

 

Henrique: “_ Como Psicanalista, as aquarelas da Monique, com a sensualidade e a simbologia arquetípica do gato prontamente prenderam minha atenção. E, como Artista Plástico, a tonalidade sépia e a temática “pin up” me cativaram. Por isso, escolhi esta Arte para fazer a RELEITURA!”.

Re Arte
Músicas pintadas
Esculturas em telas
Versos que vertem tinta
Figurativo tornado abstrato
Cada Artista Re-Interpretando o outro

 

Monique:

“_ Sempre admirei as Artes mexicanas relacionadas ao “Dia De Los Muertos”, tanto é que tenho uma tatuagem nesse estilo! Por isso, dentre as telas do Henrique, esta foi a que escolhi!”.

Música transposta em tela…
Tela revisitada como escultura…
História em Quadrinhos inspirando pinturas..

Ilustrações em papel tornadas pinturas em técnicas mistas…

E /ou vice-versa!

Nas próximas semanas, publicaremos o andamento das Artes e, ao na sequência do Projeto Re-Arte, as obras dos diversos Artistas ficarão em Exposição na Sociedade Das Artes.

Para saber mais:

Agende sua exclusiva com os Artistas:

Alameda Santos, 211 cj 1411
São Paulo – SP – CEP 01419-000
www.henriquevieirafilho.com.br
[email protected]
+55 11 93800-1262

Telas em Exposição na "Cidades Divas No Divã" – Artista: Henrique Vieira Filho

Clique para download do release em DOC

Henrique Vieira Filho – Artista Plástico abre seu ateliê e expõe suas telas recém-chegadas de New York, Roma e Viena que retratam grandes metrópoles.

Entrada Franca Inscreva-se para visitar a Pocket Exhibition “Cidades Divas No Divã” – Alameda Santos, 211 cj 1411 – São Paulo – SP – CEP 01419-000

Algumas das obras em destaque:

Title: Colossus OF New York – Artist: Henrique Vieira Filho

Nesta obra, o Artista homenageia New York, pintando seus edifícios icônicos em um paralelo entre a Estátua da Liberdade e o Colosso de Rodes, inspirado na gravura de Maarten van Heemskerck, de 1570.

Title: Rio Wall – Artist: Henrique Vieira Filho

Na Cidade do Rio de Janeiro, o morro como Torre de Babel e o muro que divide realidades, do esplendor da Natureza aos perigos da força guerreira terra-cota, passando por Roger Waters e Salvador Dali, sob as bênçãos de esperança da Sadako e seus Tsurus.

Title: Megalopolitanos – Artist: Henrique Vieira Filho

A Cidade de São Paulo, com versões surreais do Masp, mesclado com o Monumento Às Bandeiras, tendo o Museu do Ipiranga ao fundo, em homenagem aos habitantes desta megalópolis.

Title: Polimetropolis – Artist: Henrique Vieira Filho

Arquiteturas icônicas da Cidade de São Paulo, mescladas em cores, luzes e texturas, com o Teatro Municipal, os prédios da região do Viaduto Santa Efigênia, em contraste com a contemporaneidade da Ponte Estaiada.

Title: Berlin Wall – Artist: Henrique Vieira Filho

Icônico, histórico, o Muro de Berlim, com as cotidianas crianças de Henri Cartier-Bresson e ele próprio na tela, juntamente com versões jovens do artista e de Pedro Bial, que aparece já adulto, como parte dos grafites que profetizam a queda, sob as bênçãos de paz dos Tsurus.

Title: Wings Of Wishes – Artist: Henrique Vieira Filho

O Universo pede mil tsurus origamis em troca de cada desejo, que nesta obra, voa pelos céus da Cidade Fujiyoshida, no Japão, transbordando paz e esperança.

Title: Wings Of Peace – Artist: Henrique Vieira Filho

Voando em seu Tsuru, nos céus da Cidade Fujiyoshida, no Japão, esta obra honra os desejos da pequena Sadako:

_ “Eu escreverei paz em suas asas e você voará o mundo inteiro”.

_ “Este é o nosso Grito. Esta é a nossa oração: Paz no Mundo”.

Title: I Wish – Artist: Henrique Vieira Filho

Eis que o pedido chega ao rei dos Tsurus, em uma idílica cena onde esperança encontra o desejo, no Lago Kawaguchiko, da Cidade Yamanashi, no Japão.